26 junho, 2011

Tilt-shift?

A técnica de fotografia conhecida como “tilt and shift” refere-se ao uso de movimentos de câmara em câmaras de formato pequeno ou médio e por vezes refere-se ao uso de picagem/inclinação (tilt) para limitação da profundidade de campo, produzindo fotografias de objectos e cenários reais mas que ficam parecidos com miniaturas e maquetes. A expressão também é usada quando a profundidade de campo é simulada por pós-produção digital. O nome deriva do uso de lentes tilt-shift que normalmente são empregues na produção óptica do mesmo efeito.

 Original Original tiltshift “Tilt-Shift”

“Tilt-shift” de facto engloba dois tipos de movimento: rotação do plano óptico da objectiva em relação ao plano de filmagem, designado por tilt, e o movimento em paralelo da lente relativamente ao plano de imagem designado por shift.

O Tilt é usado para controlar a orientação do plano de focagem e assim a parte de imagem que aparece bem definida; é uma aplicação do princípio de Scheimpflug.

Shift é usado para ajustar a posição do objecto na área de imagem sem mover a câmara para trás; é utilizado para evitar a convergência de linhas paralelas como por exemplo a fotografia de arranha-céus

A primeira lente desenvolvida especialmente para produzir este efeito foi a Canon TS35mm f/2.8 S.S.C em 1973.

Texto de Wikipédia, a enciclopédia livre.

Jota V Multimédia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...